Grécia

Alemanha “assume total responsabilidade pelos crimes” nazis na Grécia

Angela Merkel assumiu total responsabilidade pelos crimes cometidos pelos nacional-socialistas no seu encontro com o primeiro-ministro grego e elogiou também os sacrifícios dos gregos durante a crise.

Durante o seu encontro com o primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, na noite de quinta-feira, a chanceler alemã elogiou os sacrifícios dos gregos durante a crise

ALEXANDROS VLACHOS/EPA

Autor
  • Agência Lusa

A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou esta sexta-feira em Atenas que a Alemanha “assume total responsabilidade pelos crimes” cometidos pelos nazis na Grécia. “Nós assumimos total responsabilidade pelos crimes cometidos pelos nacional-socialistas na Grécia”, referiu Angela Merkel, segundo a televisão pública ERT, acrescentando que o apoio de Berlim à Grécia é feito “para o benefício de ambos os países, Grécia e Alemanha”.

Durante o seu encontro com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, na noite de quinta-feira, a chanceler alemã elogiou os sacrifícios dos gregos durante a crise e reconheceu a coragem do Governo da Grécia na questão crucial do novo nome da Macedónia (República da Macedónia do Norte).

Em 2014, o antigo presidente alemão Joachim Gauck pediu publicamente “perdão em nome da Alemanha” às famílias das vítimas de um massacre cometido pelo exército alemão durante a Segunda Guerra Mundial nas montanhas do norte da Grécia.

O pedido de indemnização financeira reivindicado à Alemanha em compensação pelos crimes cometidos durante a ocupação do país pelos nazis (1941-1944) e um empréstimo exigido por Berlim à Grécia em 1942 representam um antigo debate na Grécia, revivido devido à crise da dívida nos últimos anos.

Angela Merkel termina esta sexta-feira uma visita de dois dias a Atenas, cinco anos após a última visita, marcada por manifestações de protesto relacionadas com a austeridade imposta à Grécia durante a designada crise da dívida. Segundo a agência de notícias France-Presse, a chanceler alemã irá reunir-se com o Presidente da Grécia, Prokopis Pavlopoulos e ainda com o líder da oposição de direita Nova Democracia, Kyriakos Mitsotakis.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)