Rádio Observador

Livros

Livros para crianças em português estreiam-se na Feira do Livro de Leipzig

Esta é a quarta participação de Portugal, mas a primeira com livros para crianças. A editora Knesebeck é responsável pela publicação de livros de Afonso Cruz ou Joana Bértholo.

FILIP SINGER/EPA

Autores
  • Agência Lusa
  • Catarina Germano Marques

Portugal está presente, pela primeira vez, na secção de literatura infantojuvenil da Feira do Livro de Leipzig, com os autores Afonso Cruz e Joana Bértholo. Este género literário tem, segundo a Knesebeck, que edita livros para crianças há mais de 15 anos, uma das maiores quotas de mercado na Alemanha no setor literário, e é também bastante estável. A editora é responsável pelo lançamento, em alemão, do livro da escritora Catarina Sobral “Mein Opa” (“O Meu Avô”).

“Basta olhar para o nosso portfólio para perceber que só publicamos livros que tenham algo especial, que sejam excecionais em termos de criatividade e de design, de ilustração e de formato, mas também no que diz respeito à temática que tratam. Isso diz tudo. O livro da Catarina Sobral preencheu completamente os nossos requisitos”, sublinha à agência Lusa Christin Nase, relações públicas da editora Knesebeck.A editora, que marca presença na Feira do Livro de Leipzig, a segunda mais importante da Alemanha, prepara-se para lançar, já no Verão, o livro de atividades “Mar”, de Ricardo Henriques e André Letria.

“Esperamos também que nesta área, em que Portugal tem ilustradores tão bons e obra publicada tão boas, possa haver mais livros editados nos próximos anos”, destaca Patrícia Severino, conselheira cultural da Embaixada de Portugal na Alemanha. Christin Nase explica que, ao contrário da Feira do Livro de Frankfurt, a maior da Alemanha, Leipzig é “menos focada nos profissionais da área e mais nos leitores e amantes dos livros”.

“É muito importante para nós ter contacto com as pessoas para quem publicamos os nossos livros, para ver como reagem e o que pensam do nosso programa. Normalmente organizamos alguns eventos, tais como leituras com autores alemães, principalmente de literatura infantojuvenil”, revelou a relações públicas da editora alemã Knesebeck.

A esta secção, o autor Afonso Cruz leva o livro “A Contradição Humana”, de 2010, e Joana Bértholo “O Museu do Pensamento”, de 2017. É a quarta participação consecutiva de Portugal na Feira do Livro de Leipzig, que termina no próximo domingo, dia 24 de março. Em 2021, Portugal será o país convidado.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)