Rádio Observador

Holanda

Número de mortos em tiroteio na Holanda sobe para quatro

Na sexta-feira, Gokmen Tanis confessou o crime e disse que agiu sozinho, sem revelar a motivação, segundo as autoridades holandesas. Balanço anterior era de três mortos e cinco feridos.

ROBIN VAN LONKHUIJSEN/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Ministério Público holandês elevou esta quinta-feira para quatro o número de mortos no tiroteio num elétrico em Utrecht, na Holanda, após a morte de um homem de 74 anos na sequência dos ferimentos.

“Uma das vítimas gravemente feridas após o tiroteio no elétrico na praça de 24 de outubro, em Utrecht, morreu como em resultado dos ferimentos”, indicou o Ministério Público, em comunicado, acrescentando que se tratava de um “homem de 74 anos”.

Segundo a mesma fonte, o autor do tiroteio, Gokmen Tanis, “é agora suspeito de homicídio quádruplo ou homicídio involuntário com um propósito terrorista, tentativa e ameaça com um objetivo terrorista”. O anterior balanço deste tiroteio apontava para pelo menos três mortes e cinco feridos.

Na sexta-feira, Gokmen Tanis confessou o crime e disse que agiu sozinho, sem revelar a motivação, segundo as autoridades holandesas. O porta-voz do Ministério Público holandês, Frans Zonneveld, disse em comunicado que o suspeito de autoria do tiroteio confessou o crime, na sua primeira aparição perante um juiz, mas não revelou a motivação, mantendo-se em aberto a hipótese de ter sido um ataque terrorista.

Nascido na Turquia, Gokmen Tanis já tinha sido referenciado pela justiça por roubo e violação. O homem foi detido, em 18 de março, dia do ataque, após uma perseguição de oito horas tendo a polícia apreendido uma arma de fogo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eutanásia

Pothoven, laissez-faire e a morte anunciada

António Graça Moura
143

Pothoven ficar-me-á sempre na memória como um símbolo, pelas reações que espoletou, duma sociedade pós-moderna que privilegia as soluções mais imediatas. E que o sistema que a devia ter apoiado falhou

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)