O cabelo encaracolado, o chapéu escuro, o olhar franzido e a guitarra na mão são elementos que nos ajudam a identificar rapidamente Bob Dylan. A partir de sábado, dia 18 de maio, vai poder conhecer uma centena de caricaturas dedicadas ao cantor, compositor e Prémio Nobel da Literatura, em 2016.

Trata-se de uma exposição onde serão apresentados os vencedores que concorreram ao Prémio Especial de Caricatura, que esta edição do festival PortoCartoon homenageou o músico. Bob Dylan foi, segundo a organização, “a figura mais caricaturada pelos artistas do humor de todo o mundo no âmbito do PortoCartoon”, sendo o protagonista do prémio mais concorrido de sempre relativamente a edições anteriores dedicadas a personalidades como Mandela, Chaplin, Picasso, Woody Allen, Amália Rodrigues ou Cristiano Ronaldo.

“Dylan construiu, num certo sentido, a sua própria iconografia, mas também a sua própria caricatura – e talvez este seja o motivo mais óbvio para explicar o enorme sucesso deste Prémio Especial de Caricatura”, considera a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, no texto que escreveu para o desdobrável da exposição.

O desenho do artista brasileiro Luiz Carlos Fernandes foi o grande vencedor do Prémio de Caricatura, mas nesta mostra vai poder encontrar o segundo prémio, produzido pelo australiano David Rowe e pelo português António Santos (Santiagu), ou o terceiro premiado, o espanhol Omar Figueroa Turcios.

Bob Dylan comemora o seu 78º aniversário no dia 24 de maio e atuou no início de maio no Coliseu do Porto. A exposição, resultante de uma parceria entre o Museu Nacional da Imprensa e a Câmara Municipal de Matosinhos, ficará patente até 9 de junho.