O novo quartel dos Bombeiros Voluntários de Vialonga (BVV), no concelho de Vila Franca de Xira, inaugurado este domingo, custou cerca de um milhão de euros e era um desejo com mais de quatro décadas.

O novo edifício, que amplia a área técnica/operacional do antigo quartel, foi comparticipado em cerca de 600.000 euros por fundos comunitários.

Na inauguração, em que esteve presente o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, o comandante dos BV congratulou-se pela concretização deste objetivo tão antigo.

“Finalmente, ao fim de 42 anos a prestar um serviço de excelência, tanto em Vialonga como por todo o território nacional, em condições tão deploráveis de habitabilidade, a partir de hoje deixamos de ter de ir tomar banho a casa ou de dormir na sala de formação ou no sofá quando estamos de alerta, e temos de aumentar o efetivo”, disse Luís Rodrigues, durante o seu discurso.

O comandante aproveitou a oportunidade para alertar para a falta de um segundo veículo de comando e para o facto de há oito meses aguardar a reparação de um veículo tanque.

“No passado 6 de outubro o nosso veículo tanque sofreu uma avaria grave num incêndio na serra de Sintra. Permanece imobilizado até hoje a aguardar ordem de reparação. No sábado [8 de junho] um incêndio chegou a poucos metros de várias habitações e este veículo teria feito toda a diferença, pois ficámos imobilizados várias vezes sem agua até chegarem reforços de corporações congéneres. Por favor, vamos agilizar estes processos”, apelou Luís Rodrigues.

O ministro da Administração Interna deu este novo quartel como exemplo do investimento que está a ser feito no país na área da proteção civil.

“A proteção civil é uma área em que Portugal, hoje, mais do que nunca, reconhece a dedicação dos bombeiros voluntários, a dedicação de todos os agentes de proteção civil. Hoje temos uma coordenação de esforços, temos uma mobilização de efetivos e temos uma capacidade de investimento de que a inauguração hoje aqui, há décadas ansiada, do novo quartel dos bombeiros de Vialonga, mais de um milhão de euros de investimento, é apenas um exemplo daquilo que, justamente está a ser feito em todo o país”, destacou Eduardo Cabrita.

A sede da corporação de Vialonga (distrito de Lisboa) vai manter-se no mesmo sítio, passando a dispor a partir deste domingo com um novo espaço operacional.