“Costumo dizer que sou licenciada em não estar parada, no mesmo lugar, durante muito tempo”, brinca a nutricionista de 24 anos. A verdade é que já tem algumas aventuras para contar. Há dois anos, quando terminou a licenciatura, foi para Moçambique fazer o estágio de acesso à Ordem, numa organização não governamental para o desenvolvimento, a HELPO. “Fui aplicar um projeto na área da nutrição, num trabalho com crianças e técnicos de saúde. Estive lá durante nove meses (em Nampula e na Ilha de Moçambique) e foi um período muito impactante na minha vida, quer a nível pessoal, quer profissional. Muito do que sou, deve-se a essa experiência”. O orgulho transparece na voz, nos gestos e nos olhos brilhantes com que relata a experiência. As fotos que vai mostrando, no ecrã digital do SEAT Ibiza que conduz, comprovam o entusiasmo e a entrega ao projeto.

Já regressada, começou a fazer diversas ações de formação, de workshops a showcookings, nunca descurando as consultas. Anda, por isso, de um lado para o outro, confiando nos caminhos que o Waze lhe mostra, à distância de um comando de voz. “Adoro passear, conviver e conhecer pessoas novas. Nos workshops e showcookings, gosto de partilhar muitas dicas e receitas, assim como no meu Instagram.” Os seus mais de 17 mil seguidores nesta rede social agradecem.

Um mercado em crescimento

Bárbara tem a perceção de que as pessoas estão cada vez mais interessadas em seguir uma  alimentação mais saudável, provocando – ou sendo o efeito – de mudanças no estilo de vida, de uma forma mais abrangente. “É isso que tento fazer nas minhas consultas e ações de formação: mudar alguns hábitos, ensinado receitas saudáveis, com novos ingredientes, mas igualmente saborosas. Partilho alguns conceitos básicos, que não passam somente por uma alimentação saudável e adequada às necessidades individuais, mas também por dormir bem, beber muita água e fazer exercício”, revela.

As gerações mais novas já começam a habituar-se a procurar estilos de vida mais equilibrados, integrando-os no seu quotidiano de forma natural. Tal como já se habituou a algumas características do Ibiza da SEAT, que oferece um sistema “keyless”, que permite abrir as portas do carro sem ter de procurar a chave no meio das inúmeras coisas que trazemos sempre na mão (ou nas malas), ou o carregador sem fios – um verdadeiro “salva-vidas”, que não nos deixa perder nenhuma oportunidade de comunicar com quem queremos, onde queremos e no momento em que precisamos. “O perfil das pessoas que me procura é muito jovem, embora as pessoas mais velhas se interessem cada vez mais. Por exemplo, a minha avó, de 92 anos, cada vez que vê as minhas receitas no Facebook liga-me e diz ‘Bárbara tens de me vir cá ensinar a fazer isto!’. No FB tenho mais pessoas, sobretudo mulheres, da minha idade. Embora ache que os homens têm cada vez mais interesse neste assunto”.

Nos mercados locais

A preocupação ambiental está também integrada nas suas escolhas. Procura abastecer-se de produtos frescos nos mercados locais, e até na horta do seu pai. “Mas isso não implica que não tenhamos produtos congelados. Até porque, no frenesim que é a nossa vida, nem sempre é possível comprar nos mercados e também não queremos que os produtos se estraguem”, acrescenta.

De qualquer forma, há cada vez mais opções para quem deseja fazer escolhas ambientalmente mais sustentáveis e saudáveis – como o Chia Juice Bar, na Quinta da Beloura, que recebe a nutricionista como um amigo de longa data. Bárbara Oliveira gosta de os explorar, não só para poder passar a informação a quem a consulta, mas também para encontrar novas opções. “Eu adoro comer, costumo dizer na brincadeira que sou nutricionista para aprender a comer tudo o que eu quiser”. Assim, vai acumulando conhecimento e receitas. “Costumo até inspirar-me em menus de restaurantes para fazer algumas das minhas refeições”.

Para o futuro, está tudo em aberto. Não conta estacionar tão cedo: “os meus planos passam por esperar (e procurar) novos desafios”. Para isso, nada como carregar no “start”, meter a primeira, escolher o álbum preferido no Spotify, subir o volume no  BeatsAudio do seu SEAT Ibiza e fazer-se à estrada.