Rádio Observador

Medicamentos

Bebé Matilde teve alta esta quinta-feira e já está em casa

681

Os pais anunciaram na quarta-feira que a bebé teria alta hospitalar do Hospital Santa Maria esta quinta. Depois de várias semanas internada, Matilde já está em casa, confirmaram os pais à TVI.

Os pais da bebé Matilde recolheram donativos num valor superior a dois milhões de euros, custo do medicamento Zolgensma, depois de o caso da bebé ter sido divulgado

A bebé Matilde, que nasceu com atrofia espinhal muscular tipo I e esteve internada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, teve alta alta esta quinta-feira e já está em casa, avança a TVI.

A notícia de que a bebé teria alta esta quinta-feira foi confirmada pelos pais da criança através do Facebook, na quarta-feira. Agora, segundo o canal de televisão, a bebé já está em casa depois de várias semanas internada no Santa Maria.

Os pais de Matilde deixaram, no post de quarta-feira, uma mensagem de agradecimento pela “preocupação e carinho” e referiram ainda que não têm novidades sobre o medicamento Zolgensma.

Também na página dedicada a Matilde, foi divulgado um novo vídeo da bebé.

Os pais de Matilde recolheram donativos num valor superior a dois milhões de euros, custo do medicamento Zolgensma, da empresa Avexis, que pertence à farmacêutica Novartis, depois de o caso da bebé ter sido divulgado.

O Zolgensma é uma injeção de dose única, apresentada como terapia genética dirigida à raiz da doença que afeta a bebé Matilde. O elevado preço do medicamento prende-se com o investimento realizado na investigação.

Caso a equipa médica de Matilde formule um pedido de autorização especial para utilizar um medicamento que ainda não foi introduzido em Portugal, o Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde dará uma resposta num curto prazo, afirmou o presidente da entidade Rui Santos Ivo, no início do mês de julho.

O pedido de autorização especial ou excecional de um determinado medicamento é feito em regra no caso de medicamentos inovadores que ainda não foram avaliados ou autorizados pela Agência Europeia do Medicamento e pelo Infarmed, a nível nacional.

O medicamento Zolgensma ainda só foi aprovado nos Estados Unidos. No mercado português já existe, devidamente aprovado, o Spinraz, que retarda a progressão da doença, não sendo porém de dose única nesta doença rara.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira
338

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)