A organização não-governamental moçambicana Centro de Integridade Pública (CIP) apresenta nesta terça-feira os resultados de uma pesquisa sobre o financiamento público a campanhas eleitorais e prestação de contas, no âmbito da contribuição para os processos eleitorais no país, disse a instituição.

A pesquisa abrangeu as eleições gerais de 1999, 2004, 2009 e 2014.

O estudo centra-se nos critérios de atribuição de fundos definidos pela Comissão Nacional de Eleições (CNE), os valores atribuídos aos partidos e coligações concorrentes, as implicações de financiamento diferenciado para os concorrentes e a prestação de contas.

A pesquisa faz parte do Programa de Observação de Eleições.

Moçambique terá a 15 de outubro deste ano as sextas eleições gerais multipartidárias, compreendendo as presidenciais, legislativas e provinciais, que, pela primeira vez, vão escolher os governadores das 10 províncias do país.