Bentley Bentayga, Rolls-Royce Cullinan e Lamborghini Urus. A lista de SUV de luxo está prestes a receber um novo elemento, com o lançamento do Aston Martin DBX. O fabricante de Gaydon acaba de anunciar que vai apresentá-lo em Pequim (China), no próximo dia 20 de Novembro, e aproveitou para anunciar os preços para os diferentes mercados, informação essa que faz acompanhar pela divulgação de uma foto do interior do seu primeiro SUV.

O DBX vai custar 158.000 libras esterlinas no Reino Unido, 189.900 dólares nos Estados Unidos da América e 22.995 ienes no Japão. Para a Europa servirá de referência o preço estipulado para a Alemanha, 193.500€, valor que deverá ser superior em Portugal em reflexo da fiscalidade.

A fotografia do habitáculo é, como seria de esperar, condicente com o posicionamento premium do construtor britânico. É possível apreciar o revestimento integral a pele, os bancos com encosto de cabeça integrado e ver parte do painel de instrumentos digital, bem como o ecrã ao centro, tendo por cima os botões mais “importantes”: P (park), R (reverse, marcha-atrás), D (drive, andar para a frente) e N (neutral, ponto morto). Logo abaixo surgem duas saídas de ventilação e outra fileira de comandos. A consola central, tipo ponte, não se destaca apenas pela estética flutuante, pois à sua concepção presidiu a necessidade de garantir soluções de armazenamento para itens de maiores dimensões, como uma garrafa de água de 1,5 litros, exemplifica o fabricante.

Apesar de, até agora, só o termos visto por fora e camuflado, a Aston Martin faz questão de sublinhar que o DBX foi “projectado de dentro para fora”, tendo a marca consumido “mais de seis meses” só para definir a melhor posição de condução.

A distância entre eixos permitiu à equipa liderada por Marek Reichman, director criativo da marca britânica, optimizar o espaço interior sem prescindir de uma linha baixa do tejadilho. Em resultado, a Aston Martin promete muito espaço para as pernas de quem se senta à frente e atrás e uma “uma fantástica sensação de leveza, graças ao tecto panorâmico em vidro e às amplas janelas laterais”.