A única forma de democratizar os veículos eléctricos passa por colocá-los a preços competitivos, face aos seus concorrentes com motor a combustão. E a Seat acaba de dar um passo significativo nesse sentido, ao anunciar um preço de apenas 17.730€ para o novo Mii Electric, incluindo as ajudas da marca, mas não os incentivos fiscais.

Já aqui tínhamos informado os preços previstos para a Alemanha da versão eléctrica do citadino espanhol, que é comercializado por 20.650€ na versão mais acessível e menos equipada, o Mii Electric, e por 21.775€ no caso do Mii Electric Plus. Ambas as versões usufruem das ajudas do fabricante, num total de 2.380€, a que se somam os incentivos do Estado federal de 2.000€. Isto permite adquirir o Mii a bateria por 18.270€ (ou seja mais 540€ do que o valor praticado em Espanha nas mesmas condições), ou por 16.270€ se o cliente usufruir da totalidade das ajudas.

Ao introduzi-lo no configurador da marca para o mercado doméstico, a Seat revelou agora o preço do Mii Electric – o primeiro veículo a bateria do construtor espanhol do Grupo Volkswagen –, que assim arranca nos 17.730€, com os incentivos da marca, a que se podem somar os concedidos pelo Estado. Como estes têm um carácter regional e podem atingir até 5.000€, é necessário saber a área de residência do potencial comprador. Ainda em Espanha, a versão Mii Electric Plus exige mais 1.150€, o que fixa o valor de aquisição em 18.880€, o que acaba por compensar face ao equipamento adicional que inclui.

5 fotos

O Seat Mii Electric é um proposta tentadora, à semelhança do que acontece com os seus dois “irmãos” VW e-up! e Skoda Citigoe iV, que partilham chassi, mecânica, bateria e a estética em termos gerais. O grande trunfo reside na generosa bateria, tendo em conta as dimensões do veículo, cujos 36,8 kWh permitem uma autonomia de 260 km, o que o torna na proposta mais interessante do mercado, numa relação preço/autonomia.

O motor de 83 cv (61 kW) e 212 Nm garante 0-50 km/h em 3,9 segundos e 0-100 km/h em 12,5 segundos, para depois atingir uma velocidade máxima de 130 km/h. O Seat eléctrico pode ser recarregado em casa numa tomada AC a 7,2 kW, indo de 0-80% em 4 horas, para em alternativa recarregar a 40 kW numa tomada DC (CCS Combo) em 60 minutos. Ainda não é conhecido o preço a praticar para o mercado português.