Seis dias depois de ter partido de Hampton, no estado norte-americano da Virginia, a bordo do La Vagabond, Greta Thunberg está prestes a chegar aos Açores. A ativista de 16 anos está a atravessar o Atlântico rumo a Madrid, onde irá participar na cimeira do clima das Nações Unidas (COP25), no dia 2 de dezembro.

“Dia 6. Está sol enquanto navegamos a norte das Bermudas! Deparámo-nos com tempo difícil, mas [estou] muito feliz e confortável a bordo do La Vagabonde. Agora, em direção aos Açores”, escreveu Greta Thunberg, esta segunda-feira, nas redes sociais, onde partilhou também uma fotografia com os australianos Riley Whitelum, Elayna Carausu e a inglesa Nikki Henderson.

A tripulação do La Vagabond prontificou-se a ajudar a jovem a atravessar o oceano após um apelo lançado por Greta Thunberg ao saber que a cimeira, que devia acontecer no Chile, foi cancelada devido aos protestos que têm abalado o país. Na sequência do cancelamento, foi acordado que a COP25 iria realizar-se na capital espanhola, entre os dias 2 e 13 de dezembro, obrigando Greta a mudar de planos e a arranjar transporte até Espanha.

“Acontece que viajei metade do mundo, no sentido errado :) Agora preciso de encontrar uma maneira de atravessar o Atlântico em novembro… Se alguém me pudesse ajudar a encontrar transporte, ficaria muito agradecida”, escreveu a ativista a 1 de novembro. Alguns dias depois, o problema estava resolvido.

Também na viagem para Nova Iorque, onde participou na Cimeira da Ação Climática, convocada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, no final de setembro, a jovem sueca optou por viajar de forma ecológica, a bordo de um veleiro alimentado a energia solar e geradores de eletricidade, o Malizia II.

O trajeto do La Vagabond pode ser acompanhado em sailing-lavagabonde.com e nas redes sociais de Greta Thunberg, que tem partilhado novidades diariamente.