A ligação marítima entre as ilhas da Madeira e de Porto Santo pelo navio Lobo Marinho programada para segunda-feira foi cancelada devido às más condições meteorológicas no arquipélago, anunciou este domingo o armador.

A Porto Santo Line (PSL), na sua página da Internet, anuncia que as viagens de segunda-feira, com partida prevista do Funchal às 8h00 e regresso do Porto Santo às 18h00, foram “canceladas devido às más condições meteorológicas que põem em causa a segurança do navio e dos passageiros”. A PSL acrescenta que as passagens marcadas para segunda-feira “serão, automaticamente, alteradas para as viagens de terça-feira”.

Também refere que os passageiros podem optar por antecipar o regresso do Porto Santo para este domingo ou alterar para outra data, ficando isentos da respetiva taxa.

As previsões de mau tempo na Madeira levaram o Instituto Português do Mar e da Atmosfera a colocar as costas norte e sul da Madeira e a ilha do Porto Santo sob aviso meteorológico amarelo, sendo laranja nas zonas altas até às 00h00 de terça-feira, nas zonas montanhosas da ilha da Madeira, com rajadas que podem ir até os 130 quilómetros por hora.

Nas partes norte e sul, bem como na ilha do Porto Santo o vento será forte de noroeste, com rajadas até 90 quilómetros por hora, prevendo-se períodos de precipitação por vezes forte, acompanhados de trovoada. O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira também emitiu um documento com uma série de recomendações à população face às previsões de condições de vento forte e agitação marítima, com ondas até 12 metros na costa norte.

O mau tempo na Madeira está previsto a partir da tarde de domingo até ao início da madrugada de segunda-feira, provocando períodos de chuva ou aguaceiros associados à aproximação e passagem de uma superfície frontal fria. A Proteção Civil refere que “os aguaceiros poderão ser pontualmente fortes em especial nas regiões montanhosas”, que o vento pode atingir os 120 quilómetros e os 90 quilómetros nas regiões costeiras.

“A partir do início da tarde do dia 15 (domingo) deverá registar-se um aumento da altura significativa das ondas que poderão chegar a sete metros durante do dia 16 (segunda-feira), (com máximos de 10 a 12 metros) na costa norte e 5 metros (nas zona oeste e sudoeste da Madeira).