A Dacia apresentou no recente Salão de Bruxelas o seu novo motor ECO-G, denominação que aplica às soluções bi-fuel capazes de queimar indiferenciadamente gasolina ou gás de petróleo liquefeito (GPL). E são várias as vantagens deste gás, tanto para a bolsa como para o ambiente, usufruindo do facto de já existir uma rede de distribuição em Portugal.

O novo motor TCe 100 ECO-G é um três cilindros que herda tudo do moderno TCe 100 a gasolina do Grupo Renault, apesar de estar adaptado a consumir igualmente GPL. Entre as vantagens proporcionadas por esta mecânica bi-fuel estão os custos, uma vez que o GPL é substancialmente mais barato e, mesmo consumido em quantidades superiores, garante sempre uma poupança considerável.

A outra vantagem do GPL prende-se com o menor impacto ambiental. Não apresentando tantos ganhos quanto combustíveis como o gás natural, o GPL consegue ainda assim emitir menos 10% de dióxido de carbono (CO2), quando comparado com um motor de potência similar a gasolina.

O novo motor 100 TCe ECO-G vai estar disponível entre nós a partir do início de Fevereiro, incluído nas gamas do Duster, Sandero, Sandero Stepway, Logan e Logan MPV. A marca recorda que há mais de 15 milhões de veículos a GPL na Europa e 26 milhões em todo o mundo.