O Japão colocou este domingo em órbita um satélite de vigilância que permite monitorizar lançamentos de mísseis a partir da Coreia do Norte, informaram meios de comunicação locais.

O foguetão H2A, que colocou em órbita o satélite, descolou do centro espacial de Tanegashima, no sul do Japão, e a sua missão é captar fotografias da Terra a uma altura de centenas de quilómetros, segundo informou a cadeia de televisão NHK.

O objetivo principal das fotografias captadas pelo satélite é vigiar locais de lançamento de mísseis na Coreia do Norte, assim como avaliar os danos causados por desastres naturais.

O Japão conta atualmente com sete satélites cuja missão é obter informações acerca de possíveis ameaças à segurança do Estado, mas tem planos para aumentar este número para 10.