O tema migrações é o foco de um novo estabelecimento de ensino das artes, a Escola do Largo, que abre na quinta-feira, em Lisboa, disse à agência Lusa fonte do organismo.

Localizada no largo do Chiado, a escola é aberta à participação de imigrantes e tem direção artística do encenador português Marcos Barbosa, da professora de dança e atriz cubana Yamilet Méndez Solana e do músico e compositor brasileiro Domenico Lancellotti, colaborador de músicos como Caetano Veloso e Adriana Calcanhoto, acrescentou a fonte da escola.

Mais do que uma escola de arte, o novo estabelecimento de ensino tem por objetivo tornar-se num espaço de formação e criação artística, mas também de reflexão e debate sobre a sociedade em que vivemos, de acordo com esta nova entidade.

No dia da abertura, será apresentada a equipa e o espaço da Escola do Largo, localizada junto à Igreja da Encarnação.

A realização de espetáculos de teatro, dança e música, abertos ao público, e a promoção de debates sobre temas atuais estão entre as iniciativas previstas pela escola, a par da atividade letiva.

O primeiro concerto ao vivo realizar-se-á na sexta-feira, com a atuação do grupo Parque Temático, em que participarão também as cantoras brasileiras Nina Miranda e Cyz Zamorano.

Marcos Barbosa, um dos três diretores artísticos do novo estabelecimento de ensino, foi diretor artístico do Teatro Oficina (Guimarães) e programador de artes performativas de Guimarães Capital Europeia da Cultura (2012).

A estreia em breve de dois espetáculos com textos originais de Jacinto Lucas Pires – “Aqui Somos Todos Lázaros” e “Meu Deus, Uma Performance” – constam igualmente da programação inicial da escola.