O quarto e mais recente protótipo de nave espacial da SpaceX, a Starship SN4, explodiu após um teste ao motor, esta sexta-feira, nos campos de testes da empresa de voos espaciais no sul do Texas, nos Estados Unidos. O protótipo da Starship SN4 explodiu por volta das 13h49 (hora local) um minuto após o teste ao motor, mas ainda são desconhecidas as causas da explosão, revela o site dedicado às notícias do espaço e da astronomia, Space.

A explosão ocorreu precisamente um dia antes da SpaceX de Elon Musk enviar pela primeira vez uma missão tripulada para a Estação Espacial Internacional. Uma missão histórica que partirá da Florida no foguete Falcon 9, que já foi lançado 83 vezes.

O protótipo que explodiu nada tem a ver com a missão da NASA que foi adiada para este sábado devido às condições meteorológicas, no entanto parece contrariar o que Musk disse numa entrevista a 26 de maio, à Aviation Week, em que afirmou que a SpaceX estava focada na missão da NASA e que o desenvolvimento da Starship SN4 estava agora interrompido.

A Space X pretende que esta nova nave espacial possa concretizar o sonho de qualquer pessoa que queira (e possa) ir à Lua ou a Marte, como explica o The Verge. A 17 de setembro de 2018, aliás, a SpaceX anunciou mesmo que o empresário e curador de arte japonês, Yusaku Maezawa, seria o primeiro passageiro privado a ir à Lua em 2023, como se lê no site da empresa.

A explosão é sinónimo de mais uma falha no protótipo, o quarto a ser testado, ainda assim o que maior duração teve de todos. A empresa já perdeu três outras versões do mesmo modelo durante testes de pressão que acabaram por fazê-las explodir. Esta nave espacial, que até agora parecia estar a passar mais testes (aliás tinha passado um outro num dia antes), tinha já um voo de teste autorizado para os próximos dias.

A SpaceX já está, no entanto, a construir outro protótipo da Starship, o SN5. A empresa ainda não se pronunciou sobre a explosão.

Missão da SpaceX abortada por causa das condições meteorológicas. Nova tentativa no sábado