A Câmara de Matosinhos aprovou esta terça-feira a abertura do concurso público para a requalificação do Bairro dos Pescadores, uma obra orçada em um milhão de euros que é “muito ambicionada” reconheceu a autarca local.

Este é um momento muito especial. Lançámos a obra e queremos que esteja no terreno o mais rápido possível para que finalmente as pessoas acreditem. Estas obras são há tantos anos prometidas e anunciadas que os moradores já não acreditam”, disse Luísa Salgueiro sobre um bairro que adjetivou de “emblemático”.

A abertura de concurso foi aprovada esta tarde em reunião de câmara – a primeira pública após a decisão de ‘fechar’ as sessões devido à pandemia da Covid-19 a meio de março – por maioria e apenas com a abstenção do PSD.

De acordo com a proposta o valor estimado da obra é de um milhão de euros e o prazo de execução é de 12 meses.

O vereador da Qualificação Ambienta, que tem entre outras as pastas a promoção de obras de edifícios de habitação social, explicou que a reabilitação será feita em várias fases, sendo a primeira de arranjos exteriores na parte superior do bairro dos pescadores.

O objetivo é, disse o vereador, “fazer uma melhor integração das estruturas que foram construídas ao longo dos anos pelos moradores” e melhorar as redes públicas.

Para uma segunda fase fica a reabilitação de um dos edifícios do Bairro dos Pescadores, um edifício onde a câmara é proprietária de seis das oito frações existentes.

Servirá de exemplo para se proceder depois à reabilitação dos outros edifícios, funcionando a câmara como promotora e os moradores comparticipando. Iremos avançando de forma evolutiva para todo o bairro para obter mais condições de habitabilidade”, disse Correia Pinto.

A expectativa do executivo de Matosinhos é de que haja obra no terreno em 2021.

O projeto foi, garantiram os responsáveis camarários, “muito participado pelos moradores”, nomeadamente através da recém-criada Associação de Moradores do Bairro dos Pescadores.