Um Alfa pendular descarrilou esta sexta-feira na Linha do Norte, perto da cidade de Coimbra, quando seguia viagem no sentido sul-norte. O acidente terá ocorrido na sequência de um choque com outra composição, um veículo de manutenção. Há já dois mortos confirmados, com seis feridos de média gravidade a serem encaminhados para os Hospitais da Universidade de Coimbra — contam-se ainda 20 feridos ligeiros. A bordo do comboio seguiam 212 passageiros, e não 280 como inicialmente chegou a ser avançado.

O Presidente da República já anunciou que no local está uma equipa a trabalhar para apurar o que terá estado na origem do acidente, no âmbito do inquérito instaurado. Marcelo Rebelo de Sousa apresentou já condolências às famílias das vítimas mortais  e votos de melhoras aos feridos que pretende, aliás, visitar durante a tarde de sábado.

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos já chegou ao local do acidente. A circulação na linha do norte mantém-se suspensa em ambos os sentidos entre Pombal e Alfarelos.

Segundo testemunhas no local, os meios de socorro chegaram cerca de 10 minutos depois do acidente. JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Veículo de manutenção foi albarroado pelo Alfa Pendular depois da estação de Soure. JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR