Os municípios do Algarve têm disponível uma linha de fundos europeus para financiar a 100% a retirada de amianto das escolas do distrito de Faro, anunciou esta quarta-feira a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.

Em comunicado, a CCDR/Algarve adianta que a linha de financiamento está disponível para candidaturas até próximo dia 30 de dezembro, depois de o Governo ter prorrogado o prazo para o efeito. Segundo a CCDR, a intervenção beneficia de uma verba de 4,3 milhões de euros para um universo de 31 escolas no distrito que ainda possuem estruturas de amianto.

No Algarve, esta intervenção deverá abranger 31 escolas com um investimento elegível total de cerca de 4,3 milhões de euros”, lê-se na mesma nota.

São Brás de Alportel foi o primeiro município algarvio a avançar para o terreno, tendo tido já luz verde da Comissão Diretiva do Programa Operacional (PO) Regional. As demais candidaturas “estão em apreciação”, referiu ainda a CCDR/Algarve, sem precisar os municípios em causa.

A mesma fonte destacou ainda que o PO ALGARVE 2020 “tinha, a 8 de dezembro, um total de 87,17 por cento de taxa de compromisso e de 40,39 por cento de taxa de execução”.