Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

É uma localização privilegiada, no coração da capital espanhola, e o negócio, mantido em segredo durante meses, veio finalmente a público. O grupo Inditex prepara-se para ocupar um total de 9.000 metros quadrados no emblemático Edificio España, na Gran Vía, em Madrid. Dessa área, 7.700 metros quadrados serão ocupados por uma loja da Zara, que se tornará a maior do mundo.

Segundo o El Español, foram assinados dois contratos de arrendamento com a atual proprietária do edifício, a Inbest Socimi. Além da nova Zara, que supera a área da mega loja inaugurada em 2017, no Paseo de la Castellana, na mesma cidade, com cerca de 6.000 metros quadrados, o grupo espanhol abrirá também uma loja Stradivarius com cerca de 1.200 metros quadrados.

A notícia da grande abertura surge um ano depois de terem sido conhecidas as contas do primeiros trimestre do ano fiscal anterior — de fevereiro a abril de 2020 –, período em que o grupo registou um prejuízo inédito de 409 milhões de euros. Na altura, a nova estratégia omnicanal já estaria em marcha, com prioridade para as vendas online e para as grandes lojas de conceito. Nesse seguimento, a empresa previu, desde logo, o encerramento de 1.200 lojas mais menor dimensão durante os dois anos seguintes.

Citado pelo mesmo jornal espanhol, Pablo Isla, presidente da Inditex, indicou que as duas novas lojas do grupo vão ser “uma referência mundial na integração de comércio físico e digital”. Espera-se, por isso, que, além das dimensões megalómanas, os novos espaços estejam equipados com tecnologia de ponta e que mantenham um funcionamento mais sustentável.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A nova Zara ocupará mais de 7.700 metros quadrados, distribuídos por quatro andares. As secções de mulher e beleza ocuparão dois pisos. Um mecanismo robótico, com capacidade para 1.500 pedidos, agilizará o levantamento das compras online, a partir de um armazém localizado na cave do edifício. No último piso, ficarão as coleções masculinas e ainda um novo conceito criado para a marca Zara Home. A secção de criança ficará no piso -1.

É nesta mesma artéria de Madrid que ficam outros grandes colossos da fast fashion, a começar pela maior loja da Primark em solo ibérico, com mais de 12 mil metros quadrados. A aposta do grupo Inditex surge coordenada com os esforços de revitalização da Plaza de España e das áreas circundantes. As obras em curso vão libertar mais superfícies pedonais naquela zona da cidade e deixá-la mais verde. Segundo o El Español, a abertura das novas lojas coincidirá com a conclusão do projeto.