Já estavam na porta de embarque, à entrada da manga, quando foram impedidos de entrar no avião que estava prestes a descolar para Frankfurt. Vários cidadãos portugueses não conseguiram, esta segunda-feira, embarcar nos seus voos para a Alemanha, mesmo tendo em conta que os relatos transmitidos ao Observador eram de pessoas que nem tinham Frankfurt como destino final mas apenas iriam fazer escala naquele aeroporto.

Em resposta ao Observador, o ministério dos Negócios Estrangeiros confirma que existe uma “proibição de transporte” e garante que esta interdição se aplica a todos os passageiros que vêm de Portugal, mesmo aqueles que façam escala na Alemanha, independentemente do destino final. Os cidadãos que venham de território português terão mesmo de cumprir uma quarentena de 14 dias na chegada ao país.

Neste caso, tratava-se de um voo da Deutsche Lufthansa operado pela TAP – transportadora que desvaloriza o facto de estes passageiros terem feito check-in normalmente e sem qualquer entrave, na chegada ao aeroporto e antes de se dirigirem para a porta de embarque. Foi só aí que foram informados pelos funcionários da transportadora portuguesa que a Alemanha está a proibir todas as entradas vindas de Portugal, incluindo entradas que apenas sejam feitas em trânsito.

“A TAP cumpre todas as leis e regulamentos aplicáveis a cada momento”, respondeu fonte oficial da empresa ao Observador.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.