Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um ano de interregno foi mais do que suficiente para ver o mundo ansiar pelo regresso da passadeira vermelha mais aguardada da Europa. Em 2020, a pandemia de Covid-19 retirou a Cannes, cidade dourada da Riviera Francesa, o seu tradicional momento de glória — ano após ano, estrelas do cinema (e não só) desfilam graciosamente sob o pretexto de um dos festivais mais prestigiados do globo. Esta terça-feira, os flashes voltaram a disparar ao compasso da chegada de atores, manequins e realizadores. Começou a 74ª edição do Festival de Cannes.

E cabe, por tradição, às convidadas — sejam elas membros do júri, ilustres protagonistas das fitas em cartaz ou simplesmente convidadas de luxo num programa dedicado à sétima arte — abrilhantar esta passadeira vermelha. O arranque desta edição, que se estende até 17 de julho (embora o festival aconteça habitualmente em maio), não foi exceção. No momento de entrar no Palais des Festivals, foram as caudas, os brilhos e os decotes, mas também as joias, da brilhar mais alto do que qualquer obra cinematográfica a concurso.

"Annette" & Opening Ceremony Red Carpet - The 74th Annual Cannes Film Festival

Jodie Foster em Cannes © Vittorio Zunino Celotto/Getty Images for Kering

A começar por Marion Cotillard, uma das grandes responsáveis por fazer regressar a alta-costura à passadeira vermelha de Cannes. Numa criação Chanel, a silhueta composta por escamas prateadas valeu-lhe um lugar entre as mais deslumbrantes da noite. A provar que continua a ser capaz de mobilizar todo um batalhão de fotógrafos, também Bella Hadid percorreu o corredor encarnado, trocando o arrojo de outros tempos por um tesouro do arquivo de Jean Paul Gaultier, mas precisamente de 2002. O resultado não foi, por isso, menos inebriante.

Destaque ainda para Jodie Foster. Aos 58 anos, a atriz pisou a red carpet com a mulher, Alexandra Hedison, na qualidade de vencedora do prémio de carreira atribuído nesta edição do festival. O visual escolhido? Um vestido branco decorado com pedras cintilantes, assinado pela Givenchy.

"Annette" & Opening Ceremony Red Carpet - The 74th Annual Cannes Film Festival

Andie MacDowell em Cannes © Pascal Le Segretain/Getty Images

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Muitas outras estrelas passaram pela primeira noite do Festival de Cannes, reservada ao visionamento do filme “Anette”. Carla Bruni, em Celine, e MacDowell foram apenas mais alguns nomes num rol que incluiu ainda Helen Mirren, Jessica Chastain, Maggie Gyllenhaal e Mélanie Thierry, este ano presidente do júri do festival.

Foi ainda possível ver desfilar algumas jovens estrelas — caso de Ester Expósito, atriz espanhola de 21 anos que conquistou fama ao participar na série Elite, da Netflix, mas também de Angèle. A cantora belga resistiu à tentação de se fazer destacar pela audácia e selecionou para a cerimónia de abertura um vestido preto Chanel decorado com brilhantes. Na fotogaleria, veja estes e outros visuais que marcaram a noite de abertura do Festival de Cannes.