Um meteoro iluminou por alguns segundos o céu a sul da Noruega, no domingo, e parte dele pode ter atingido a Terra, mas a sua localização permanece desconhecida, assim como o seu exato tamanho. A rocha terá entrado na atmosfera a uma velocidade de entre 15 a 20 quilómetros por segundo e não há registo de que tenha provocado danos.

Imagens captadas em Holmestrand, a sul de Oslo, mostram uma bola de fogo vinda do céu que iluminou o céu noturno “por breves instantes, como se fosse luz do dia”, explica, Steinar Midtskogen, porta-voz da Rede de Meteoros da Noruega, à CNN.

Cerca de um minuto depois, “um som estrondoso foi ouvido numa grande área, talvez até 100 quilómetros, onde o meteoro era visto mesmo por cima”, descreve. Midtskogen relatou ainda que várias pessoas relataram ter sentido uma onda de choque.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Rede de Meteoros da Noruega está a tentar localizar a rocha — supõe-se que esteja próxima de Finnemarka, situada a oeste da capital, uma localização de acesso “difícil”, explica à Reuters Morten Bilet, admitindo que a busca pelo meteoro pode levar “cerca de 10 anos”.

Numa tentativa de tentar explicar o que aconteceu, o especialista afirma que foi “provavelmente” uma “grande rocha” que viajou entre Marte e Júpiter — o que diz ser a “nossa cintura de asteroides”.

Uma bola de fogo que caiu no centro da Rússia, perto da cidade de Chelyabinsk, no ano de 2013, originou uma onda choque que danificou vários edifícios e feriu 1.200 pessoas.