Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Trinta e sete doentes estiveram na manhã desta terça-feira em macas, sem vaga para entrar na enfermaria da Urgência do Hospital Padre Américo, em Penafiel, segundo o Jornal de Notícias. Na noite anterior, eram ainda mais: 53 doentes.

O caso foi denunciado pela Ordem dos Enfermeiros e confirmado pela administração do hospital, que reconheceu o aumento de afluência e garantiu estar a acompanhar o caso com vista a “regularizar o mais rapidamente possível” a situação.

“Hoje [terça-feira], às oito da manhã, havia 37 doentes na Urgência, a aguardar internamento. E na noite de segunda-feira eram 53”, indicou ao jornal Leonel Fernandes, da delegação do norte da Ordem dos Enfermeiros.

Demissão em bloco na Urgência de Psiquiatria do Porto

Este é um dos principais hospitais do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, que serve mais de meio milhão de pessoas. É frequente existirem problemas deste género, embora a falta de vagas em enfermaria seja “um problema transversal a todos os hospitais do país”, comentou Leonel Ferreira, mostrando-se receoso em relação ao que pode acontecer à medida que se aproximar o inverno.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O hospital não consegue resolver a situação, pois isso depende da tutela”, ou seja, do Ministério da Saúde, afirma o responsável da Ordem dos Enfermeiros.