Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O apresentador do Jay Leno’s Garage, o programa da cadeia de televisão CNBC sobre automóveis, bateu o recorde de arranque no ¼ de milha, uma medida muito querida aos condutores norte-americanos que consiste numa espécie de prova de aceleração de 0 a 402 metros. Ao volante de um dos novos Tesla Model S Plaid, Leno alcançou uma marca de 9,247 segundos, tendo ultrapassado a linha de meta a 152,09 mph, ou seja, 244,71 km/h.

O recorde tornou o apresentador no homem mais rápido do mundo em carros fabricados em série, tendo ultrapassado o anterior detentor – nada menos do que o respeitado e exuberante Bugatti Chiron Sport, que percorreu o ¼ de milha em 9,4 segundos. De recordar que o Chiron Sport está equipado com um motor 8.0 W16 com 1500 cv, contra os 1020 cv do Plaid, com o Tesla a pesar 2162 kg, face aos 1995 kg do Bugatti.

Jay Leno foi o homem mais rápido do mundo no 1/4 de milha, em carros de série. Mas o seu recorde duraria apenas 5 minutos

A Tesla convidou Jay Leno a tentar bater o recorde com um dos seus Model S Plaid de série, tentativa que seria filmada de forma a ser incorporada num episódio da nova época do Jay Leno’s Garage, que foi para o ar na 4ª feira.

Contudo, a proeza de Leno teria uma vida curta, uma vez que a Tesla queria extrair do Model S Plaid o melhor resultado possível, pelo que depois do apresentador de TV, foi a vez de um piloto profissional saltar para os comandos. O resultado foi o ¼ de milha em 9,234 segundos, o que fez com que o recorde de Leno sobrevivesse durante apenas uns minutos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR