Olá

834kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Kylie Jenner, uma cabeça de leão, outra de lobo e um leopardo: o desfile Schiaparelli que arrancou com garra mais uma Semana de Alta Costura

Este artigo tem mais de 1 ano

Foi com um rugido que Schiaparelli abriu os 4 dias em que celebridades e criações de moda únicas desfilam em Paris. Houve um leão, um lobo e um leopardo. Em vestidos, claro, mas a polémica acendeu-se.

Schiaparelli : Outside Arrivals - Haute Couture Spring Summer 2023
i

Kylie Jenner à entrada do desfile de Alyta Costura de Schiaparelli com um arrojado look da coleção que estava prestes a ser apresentada

WireImage

Kylie Jenner à entrada do desfile de Alyta Costura de Schiaparelli com um arrojado look da coleção que estava prestes a ser apresentada

WireImage

É caso para dizer que a Semana de Alta Costura arrancou cheia de garra. O primeiro desfile do calendário primavera/verão 2023 foi o da casa Schiaparelli reuniu muitos convidados e quem mais deu nas vistas foi Kylie Jenner, com um vestido preto e uma cabeça de leão ao peito. Na passerelle a coleção fez rugidos e Naomi Campbell vestiu a pele de lobo.

A estrela norte-americana não andava “à caça” de novas tendências, limitou-se a usar uma das peças da nova coleção que estava prestes a desfilar no interior do Petit Palais. Para a próxima estação quente Daniel Roseberry, o designer ao leme da lendária marca francesa, apresentou uma coleção com 28 looks, entre os quais se destacaram três com cabeças de animais selvagens como protagonistas.

Schiaparelli : Runway - Paris Fashion Week - Haute Couture Spring Summer 2023 Schiaparelli : Runway - Paris Fashion Week - Haute Couture Spring Summer 2023 Schiaparelli : Runway - Paris Fashion Week - Haute Couture Spring Summer 2023

As modelos Irina Shayk, Shalom Harlow e Naomi Campbell com os looks que mais deram que falar neste desfile

Getty Images

O vestido de Kylie Jenner, preto longo e com decote assimétrico e uma só manga, contava com uma grande cabeça de leão ao peito, quase em jeito de pregadeira gigante, e foi apresentado na passarelle por Irina Shayk. Na sua conta de Instagram, a marca publicou um vídeo da celebridade convidada com a criação e explica que a cabeça do animal se trata de uma escultura manual em espuma, lã e pelo falso em seda e que foi pintada à mão “para parecer o mais real possível”, numa celebração “da glória do mundo natural”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Houve também um vestido cai-cai em pelo com padrão leopardo das neves e com uma interpretação da cabeça do animal no centro do peito, desfilado pela super modelo Shalom Harlow. Coube a Naomi Cambell dar corpo a um lobo negro quase no fim do desfile com um longo casaco em pelo negro e uma cabeça de lobo no ombro esquerdo. A marca partilhou uma série de pequenos vídeos e imagens com o making of destas peças esculturais (como se pode ver na galeria na publicação em baixo) e deixa ainda o aviso em letras grandes de que “nenhum animal foi magoado para fazer este look” em todas as publicações.

Isto não foi, contudo, suficiente para parar as reações de indignação que começaram a surgir nas redes sociais. Neste post da própria marca é possível ler uma série de comentários indignados com os looks inspirados em animais. “Temos de parar de mostrar animais como ‘produtos’ de luxo. Eles podem ser de espuma, mas estas são espécies em perigo que têm sido, historicamente, assasinadas para as suas peles serem transformadas em roupas”, podo ler-se num dos comentários com mais reações, ou seja, mais de 11 mil gostos e 195 respostas.

Na sua conta de Instagram, Kylie Jenner fez uma publicação com várias imagens suas a usar o vestido com cabeça de leão, à qual deu o título “Beauty and the Beast” (“Bela e o Monstro”) e, embora no espaço de um dia tenha alcançado mais de sete milhões e 500 mil gostos, nem todos os mais de 52 mil comentários foram bons. Na verdade houve muitos negativos, entre os quais se podia ler as ideias de que “os animais não são acessórios” e que este look “promove a crueldade contra os animais”, expostas de diferentes maneiras.

Ao espetáculo que foi a chegada das convidadas, com criações da marca, juntou-se o desfile da nova coleção. Nos teasers do Instagram a marca tem chamado a este desfile “Inferno Couture”, porque o ponto de partida para a coleção foi o Inferno de Dante. “Nada é o que parece ser no Inferno Couture Schiaparelli…”. Roseberry apresentou uma série de looks que juntavam peças esculpidas à roupa (como é o caso das cabeças de animal) ou em que as próprias roupas pareciam esculpidas com silhuetas exageradas e um acentuado trabalho de alfaiataria.

 
Assine um ano por 79,20€ 44€

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Assine um ano por 79,20€ 44€
Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Campanha de Verão
Assine um ano por 79,20€ 44€
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Este verão, mergulhe no jornalismo independente com uma oferta especial Assine um ano por 79,20€ 44€
Coutdown campanha de verão Ver ofertas Oferta limitada