762kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

João Morgado

Convidado

Artigos publicados

Literatura

Camões: tão venerado quão esquecido

O que resta de Camões? O deprimente filmezinho a preto e branco, de Leitão de Barros, com que a RTP nos brinda repetidamente? A ideia fantasiosa de um espadachim e namoradeiro?
Conflito Israelo-palestiniano

Os ‘Messias’ de Gaza

Seguiram caminhos diferentes, para nunca mais se verem, já que o mundo dos homens é feito de bifurcações, fronteiras e lonjuras. Disseram algo uma à outra, que nenhuma entendeu, mas sorriram em paz.
História

Magalhães e “Espanha”: desonestidade “Sem Limites”

Parece ter havido vergonha de assumir Magalhães – talvez porque navegou com a bandeira de Castela. A verdade é que desprezado pelo rei português este se limitou fazer pela vida, servindo a outra coroa
História

A segunda morte de Fernão de Magalhães

O ter emigrado para Castela, onde casou e onde lhe reconheceram credenciais, não lhe retira qualquer valor, pois Magalhães seria grande em qualquer reino e junto de qualquer príncipe.
Desporto

Visitar os olhos do poeta Ernesto Melo e Castro

Ernesto Melo e Castro recebeu-me em São Paulo no seu escritório feito de livros, de muitos livros. “Cerca de cinco mil livros. É o meu universo.”
História

Camões era activista, influenciador e político

A edição d’Os Lusíadas veio a público porque interessava politicamente á facção da nobreza mais patriótica, assim como interessava a uma facção do clero preocupada com a crescente força dos jesuítas.
Assembleia Da República

O Papa, Abril e os Porcos…

Quando cantarem a Grândola lembrem ao povo, que nesta vila-morena que é Portugal, ainda é o poder quem mais ordena. É em pequenos acontecimentos como este que vemos como vivemos o “Triunfo dos Porcos”
Descobrimentos

Só a morte de Magalhães levou à circum-navegação

Há 500 anos, dar a volta ao mundo nunca foi um objectivo para Fernão de Magalhães. O paradoxo é que aconteceu por simples instinto de sobrevivência, desespero e desnorte de uma tripulação sem líder.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.