Logo Observador
Bnp Paribas

Fed multa BNP Paribas em 214 milhões de euros por práticas inadequadas no mercado cambial

A Reserva Federal multou o BNP Paribas e algumas sucursais do banco francês nos Estados Unidos em 214 milhões de euros, por "práticas inseguras e inadequadas" nos mercados cambiais.

A Fed já tinha proibido o antigo corretor do BNP Paribas de participar na indústria bancária por manipulação de preços dos mercados cambiais

IAN LANGSDON/EPA

A Reserva Federal (Fed) multou o BNP Paribas e algumas sucursais do banco francês nos Estados Unidos em 246 milhões de dólares (214 milhões de euros), por “práticas inseguras e inadequadas” nos mercados cambiais.

Em comunicado emitido esta segunda-feira, a Fed indica que decidiu esta multa “depois de ter encontrado deficiências do BNP Paribas na supervisão e nos controlos internos sobre os ‘traders’ [corretores] que compram e vendem dólares norte-americanos e divisas estrangeiras para as contas da empresa e dos clientes”.

A empresa não conseguiu detetar nem resolver o facto de os seus corretores usarem janelas de conversação eletrónicas para comunicarem com os concorrentes sobre suas posições comerciais”, explica a Fed.

A instituição liderada por Janet Yellen acrescenta que pediu ao BNP Paribas para “melhorar a supervisão e os controlos de gestão relacionados com as negociações cambiais” da empresa.

Em janeiro, a Fed já tinha proibido o antigo corretor do BNP Paribas Jason Katz de participar na indústria bancária por ter manipulado os preços dos mercados cambiais. Na altura, também proibiu o banco de readmitir antigos trabalhadores que tenham sido envolvidos em situações semelhantes.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Minorias

O machismo militante da histeria anti xenofobia

Maria João Marques

Os que gritam xenofobia perante a mais leve crítica a certas comunidades onde os maus tratos a mulheres são inerentes à cultura que tanto defendem, fizeram a sua escolha: apoiar a opressão de mulheres

Justiça

Sexo forçado no tribunal

Luís Aguiar-Conraria

Não sei que idade têm os juízes, nem a juíza que votou favoravelmente este acórdão, mas, seja qual for a sua idade, envergonharam Portugal que foi, mais uma vez, e muito bem, condenado pelo TEDH.