Presidente Trump

Donald Trump oferece cargo de embaixadora à ex-mulher Ivana: “Se queres, é teu”

215

Donald Trump disse à ex-mulher Ivana que lhe dava o cargo de embaixadora dos EUA na República Checa, mas ela recusou. À CBS, a mãe de Ivanka Trump disse que adorava a sua liberdade.

Ivana, de 68 anos, foi a primeira mulher de Donald Trump

AFP/Getty Images

O presidente dos Estados Unidos ofereceu o cargo de embaixadora dos Estados Unidos na República Checa à ex-mulher Ivana, de 68 anos, mas ela recusou. Numa conversa privada, Donald Trump ter-lhe-à dito “Ivana, se quiseres, é teu”, contou a mãe de Ivanka à CSB. Mas Ivana recusou a proposta de emprego.

“Adoro a minha liberdade. Gosto de fazer o que quero fazer, ir onde quero ir e com quem quero ir. Consigo suportar [financeiramente] o meu estilo de vida. Porque é que diria adeus às minhas idas a Miami no inverno, a Saint-Tropez no verão e às primaveras e outonos em Nova York? Tenho uma vida perfeita”, afirmou.

Ivana é mãe de Ivanka, Donald Jr. e Eric Trump. Foi a primeira mulher de Donald Trump, casaram em 1977. À CSB, a ex-mulher do presidente norte-americano disse que costumava falar com Donald Trump uma vez por semana e que lhe dava conselhos sobre como deveria utilizar o Twitter.

“Disse-lhe que ele devia tweetar. É um novo caminho, uma nova tecnologia. E se queres que as pessoas te leiam diretamente sem ser preciso falares com o The New York Times, que vai deturpar todas as tuas palavras, é assim que podes divulgar a tua mensagem”, afirmou Ivana.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt
Presidente Trump

As semelhanças entre Obama e Trump

João Marques de Almeida
163

A eleição de Trump foi a derrota das elites bem pensantes e do establishment dos media, que prefere escrever para os seus egos e os seus pares em vez de tentar entender o que se está a passar nos EUA.

II Guerra Mundial

A hora mais trágica

Rui Ramos

Ao contrário do que sugere o filme A Hora Mais Negra, a decisão britânica de continuar a guerra em 1940 não foi o resultado de sondagens de opinião, mas de uma liderança que "caminhava com o destino".

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site