Aeroportos

Aeroporto “mais inútil do mundo” abre ao público e recebe primeiro voo comercial

155

Depois de sucessivos atrasos, o aeroporto de Santa Helena começou funções e já recebeu o primeiro voo comercial - com apenas 60 pessoas. Os britânicos chamam-lhe o aeroporto "mais inútil do mundo".

FREDRIK VON ERICHSEN/EPA

Foi inaugurado no fim-de-semana e já recebeu o seu primeiro voo comercial. Chamam-lhe o aeroporto “mais inútil” do mundo e não é para menos, ou não estivéssemos a falar do aeroporto de Santa Helena, a isolada ilha britânica no sul do Atlântico, com pouco mais de 4.000 habitantes.

A inauguração coube à Airlink, a companhia aérea sul-africana. Cerca de 60 passageiros vindos de Joanesburgo deram entrada no ilha na tarde de sábado. Até agora, o acesso à era só possível por barco. A aterragem foi feita sob aplausos dos passageiros que seguiam a bordo – alguns chegaram mesmo a emocionar-se.

“Nunca me senti tão emocionada na vida. Nunca pensei que este dia viria”, disse à Reuters Libby Weir-Breen, uma operadora turística britânica. Libby veio de propósito da Escócia para estar naquele que foi o primeiro avião a voar para Santa Helena.

A construção de um aeroporto em Santa Helena já era falada desde a década de 1930. Uma hipótese para a sua localização já tinha sido descartada por ficar junto a uma zona de nidificação da batuíra-de-santa-helena, uma ave cuja espécie está em vias de extinção. Depois disso,o projeto foi sucessivamente adiado, devido à complexidade de o território ser de origem rochosa.

O terminal acabou por ser construído no topo de um vale e precisou de oito milhões de metros cúbicos de rocha para ficar plano. O projeto custou cerca de 285 milhões de libras (cerca de 320 milhões de euros) ao governo britânico. Devido à crise inglesa, o projeto foi várias vezes criticado pelos media britânicos, que o classificaram como o “aeroporto mais inútil do mundo”.

A pista e o terminal ficaram concluídos em 2016, mas a inauguração só agora aconteceu. O atraso deveu-se também aos vários testes de aterragem que tiveram de ser feitos e que se revelaram perigosos para aviões de grande porte, uma vez que em Santa Helena acontece o cruzamento de frentes de vento forte. O próximo vídeo mostra isso mesmo, quando um SA Airlink tentou aterrar na ilha.

Devido ao perigo, apenas podem aterrar na ilha aviões mais pequenos, com capacidade até 100 passageiros.

Santa Helena é também reconhecida por ter sido aqui que Napoleão Bonaparte ficou exilado durante seis anos, depois de perder a Batalha de Waterloo, em 1815. Bonaparte viria mesmo a morrer na ilha.

A Airlink compromete-se agora a voar semanalmente para Santa Helena desde a África do Sul.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site