Os eleitores que votaram na Frente Nacional, de Marine Le Pen, são maioritariamente pessoas com menos de 35 anos, desempregadas e com um baixo nível de estudos.

De acordo com o Le Nouvel Observateur, que se baseia num estudo sociológico da Ipsos, foram 30% os eleitores com menos de 35 anos que deram o seu voto ao partido de extrema-direita, fazendo deste o principal grupo etário dos votantes de Le Pen. Ainda assim, nas faixas etárias dos 35 aos 59 anos e dos maiores de 60 anos a votação na Frente Nacional atingiu os 27% e os 21%, respetivamente.

 

Idade dos votantes em Le Pen

Os dados da Ipsos colocados em gráfico pelo Le Nouvel Observateur.

No total, 37% dos eleitores da Frente Nacional estão no desemprego, embora, uma vez mais, a percentagem de votantes seja elevada no caso dos eleitores que trabalham. Dos empregados por conta de outrém, foram 27% os que votaram em Le Pen, enquanto nos trabalhadores por conta própria este valor ficou-se pelos 20%, atrás da UMP, que obteve 21% dos votos dos eleitores nesta situação.

Relativamente ao nível de escolaridade, 37% dos eleitores com menos do que o ensino secundário votaram em Le Pen, enquanto que com esse nível completo foram 30% os votantes na Frente Nacional. Os eleitores com licenciaturas preferiram votar no Partido Socialista (19%), dando apenas 11% a Le Pen, mas ao nível dos mestrados este valor volta a subir para os 22%, embora tenha sido a UMP a mais votada (25%).