De acordo com um inquérito realizado pela empresa YouGov e publicado pelo The New York Times, os portugueses acreditam que o Brasil será o campeão deste Mundial. A equipa brasileira reúne o apoio de 37% dos entrevistados, enquanto 23% indicam a seleção nacional como a segunda favorita ao título. Alemanha e França foram apontadas por outro lado como as equipas que reunirão menos apoio do país, com 9% e 7% respetivamente. O resultado do inquérito faz parte de um estudo realizado online em 19 países que participam deste Mundial e envolveu no total 19.780 participantes, entre os quais 1.011 portugueses.

Segundo o inquérito, os brasileiros são os apoiantes mais confiantes na vitória do seu país, apesar de ocuparem também o segundo posto entre as equipas pelas quais vão torcer contra neste Mundial, atrás apenas da Argentina; os argentinos, espanhóis e americanos também são os únicos que preveem a vitória de sua seleção. Entre os outros 19 países entrevistados, Brasil, Argentina, Alemanha e Espanha são consideradas as favoritas, nesta ordem. É de salientar que a maior parte apontou a sua própria equipa como possível segunda ou terceira colocada.

inquerito_vencedor

Quanto às seleções que reúnem menos apoio no mundo, Argentina, Estados Unidos e Irão lideram o ranking. Em alguns casos a geopolítica e a história parecem ser levadas em consideração, como é o caso dos gregos — que não manifestarão o seu apoio aos alemães (10%) e americanos (10%) e os japoneses e sulcoreanos que se escolheram mutuamente nesta categoria, com 38% e 40% dos votos.

Ainda segundo o estudo, 33% dos portugueses consideram o Brasil a equipa com o jogo mais atrativo, enquanto 23% votaram a favor dos atuais campeões mundiais – resultado também apresentado em 16 dos 19 países entrevistados.

A Colômbia é o país com o maior número de fãs de futebol: 50% dos entrevistados afirmaram que tem muito interesse no deporto, enquanto apenas 6% não demonstram nenhum interesse. Os Estados Unidos lideram o ranking dos menos entusiasmados – 60% de americanos responderam que o futebol não lhes desperta atenção. A título de comparação, 33% dos portugueses entrevistados interessam-se por futebol, 49% consideram-se “um pouco ou algo” interessados e 19% não lhe dão importância.