Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Macau ultrapassou a Suíça como o quarto território mais rico do mundo, sob o critério do produto interno bruto por habitante. A antiga colónia portuguesa, devolvida à soberania chinesa em 1999, registou um produto per capita de 91.376 dólares (66,9 mil euros) em 2013, de acordo com os números divulgados pelo Banco Mundial, citados pelo Financial Times.

Sob o impulso das receitas do jogo e do afluxo de turistas, Macau está agora apenas atrás do Luxemburgo, Noruega e Qatar na lista dos “países” mais prósperos do planeta. Em 2013, o produto por habitante no antigo território português cresceu 18,4%. Desde a saída de Portugal, a economia macaense progrediu 557% e a expansão recebeu um estímulo forte quando, em 2002, foi concedido a Macau o monopólio do jogo e foram emitidas seis licenças para a abertura de novos casinos.

No ano passado, as receitas do jogo no território totalizaram 45 mi milhões de dólares, perto de 33 mil milhões de euros, número que equivale a sete vezes aquele que foi faturado em Las Vegas, uma das “mecas” mundiais da atividade. Macau é o único local da China em que o jogo é legal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR