O incêndio em Azoia, no concelho de Sesimbra, foi dominado às 19h44, segundo a página oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil. O combate já tinha feito um ferido: um bombeiro que foi assistido por inalação de fumo. O combate foi reforçado com dois meios aéreos, tinha avançado à Lusa a comandante distrital de Setúbal da Proteção Civil. Patrícia Gaspar acrescentou, perto das 18 horas, que o bombeiro, da corporação de Sesimbra, é um ferido ligeiro e que foi transportado para o Hospital Garcia de Orta, em Almada.

Os dois meios aéreos utilizados foram aviões bombardeiros médios anfíbios. Segundo informação da página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o incêndio, que deflagrou às 14h27, tinha às 19h30 uma frente ativa, mobilizando 169 operacionais e 51 viaturas. Às 15h35 as chamas obrigaram ao corte da Estrada Nacional 379, entre a Estalagem dos Zimbros e Pinheirinhos.