A Apple vai implementar medidas adicionais de proteção às contas dos seus utilizadores depois da divulgação de fotos de nus de celebridades na Internet, anunciou na quinta-feira o diretor-geral, Tim Cook.

O diretor-geral da Apple sublinhou, no entanto, em entrevista ao Wall Street Journal, que não foi encontrada qualquer falha no respetivo sistema de armazenagem em nuvem.

Numa declaração realizada esta semana, a Apple sugeriu que as celebridades tiveram as suas contas atacadas por escolherem palavras-chave fáceis de adivinhar ou por entregarem a sua informação pessoal a criminosos informáticos disfarçados de Apple, uma técnica conhecida como “phishing”.

A declaração foi emitida após a revelação, durante o fim de semana, de fotografias de nus de dezenas de celebridades, entre as quais a atriz Jennifer Lawrence e a modelo Kate Upton.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para evitar a repetição desse tipo de incidente, a Apple vai colocar em prática um sistema de alerta dos utilizadores por ’email’ e notificação que os alertará em caso de alteração de ‘password’ ou de tentativa de transferência de dados e documentos colocados num servidor distante (cloud) através de outro aparelho informático que não o seu.

Estas medidas de segurança serão implementadas igualmente quando um utilizador tentar aceder à sua conta à distância pela primeira vez.

O sistema deverá entrar em funcionamento dentro de duas semanas, precisou a Apple.

A empresa vai ainda aumentar o número de parâmetros de identificação necessários para aceder a uma conta, como já é o caso para outros serviços que oferece, como o iTunes.