Depois do xadrez misturado com pugilismo, será esta mais uma invenção de desporto? Não. O boxe e o ciclismo não estão destinados a andar de mão dada, mas Brambilla e Rovny perderam a cabeça esta tarde em mais uma etapa da Volta a Espanha e acabaram ao soco, enquanto seguiam sentados nas suas bicicletas. Resultado? Uns óculos partidos, umas mazelas e duas expulsões.

O ciclista italiano Gianluca Brambilla (Omega Pharma-Quickstep) e o russo Ivan Rovny (Tinkoff-Saxo) foram hoje expulsos da Volta a Espanha, na subida para La Farrapona, depois de se envolverem em cenas de pugilato.

Durante a 16.ª etapa, Brambilla e Rovny, que seguiam na fuga do dia, trocaram vários murros, incidentes que foram captados pelas imagens televisivas e levaram o colégio de comissários a expulsá-los da prova.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De acordo com a Agência EFE, o italiano da Omega Pharma-Quickstep recriminou o russo por ir na frente da fuga sem colaborar, agarrando o ciclista da Tinkoff-Saxo pela parte posterior do selim.

A partir daí, ambos os corredores trocaram varios murros, enquanto pedalavam, diante do olhar dos companheiros de fuga e do colégio de comissários, que nao hesitou em expulsá-los de imediato, ainda antes da chegada ao alto de La Farrapona, onde o espanhol Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) venceu e ampliou a sua liderança.

As cenas de pugilato aconteceram durante a ascensão da quarta e penúltima subida da 16.ª etapa, rumo a San Lorenzo.