A competição no negócio global dos smartphones é apertada e os efeitos podem ser graves para os concorrentes que não conseguem ter sucesso. A Sony, que fecha contas anuais em março de cada ano, anunciou nesta quarta-feira que vai registar perdas de 2,14 mil milhões de dólares [1,6 mil milhões de euros], em grande parte devido aos problemas que enfrenta no mercado dos telemóveis. A nova estimativa da multinacional japonesa corresponde a perto de cinco vezes o valor dos resultados negativos que estavam previstos.

Para reduzir as perdas e melhorar a capacidade para competir com a Apple e a Samsung, a Sony adotou um plano de médio prazo, de acordo com o Business Insider. A estratégia visa reduzir o risco e a volatilidade a que a multinacional está exposta e uma mudança no segmento de mercado dos telemóveis, com a mudança das apostas da Sony em áreas geográficas, a concentração de esforços nos produtos de gama alta e a redução do número de modelos na linha média.