O Presidente da República inicia hoje uma visita oficial de dois dias aos Emirados Árabes Unidos, com passagem por Abu Dhabi e Dubai, numa viagem com um “pendor marcadamente económico”.

Depois de ter aterrado de madrugada no Dubai, o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, começará o dia já em Abu Dhabi, dando início à primeira visita de um Presidente da República aos Emirados Árabes Unidos.

O primeiro ponto de agenda está marcado para o final da manhã, com um encontro de Cavaco Silva com o Príncipe Real do Abu Dhabi, Xeque Mohammad bin Zayed Al Nahyan (Presidente em exercício dos Emirados Árabes Unidos), no Palácio Mushrif, seguido de um almoço.

Ao início da tarde, Cavaco Silva irá reunir-se com o Xeque Hamed Bin Zayed Al Nahyan, do Fundo Soberano ADIA – Investimentos e ETIHAD Airways.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois da reunião, o Presidente da República seguirá para a mesquita Xeque Zayed, reservando o início da noite para um encontro com empresários e participantes portugueses na primeira reunião da comissão mista Portugal – Emirados Árabes Unidos.

A comissão mista, que se reúne durante o primeiro dia da visita do chefe de Estado aos Emirados Árabes Unidos é presidida, do lado português, pelo vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, que faz também parte da comitiva oficial da viagem do chefe de Estado.

De acordo com a Presidência da República, além da vertente política, a visita de Cavaco Silva aos Emirados Árabes Unidos tem “um pendor marcadamente económico”.

De acordo com números fornecidos por Belém, em 2013 foram exportados para os Emirados Árabes Unidos cerca de 160 milhões de euros em bens e serviços.

Já no primeiro semestre deste ano registou-se um aumento de 25% das exportações portuguesas para os Emirados, existindo já 613 empresas que exportam para aquele país, de setores tão diversos como a construção civil, farmacêuticas, têxteis, agroalimentar, entre outros.

Entre a comitiva que acompanha o Presidente da República nesta viagem estão o presidente da Gulbenkian, Artur Santos Silva, o CEO da Galp Energia, Manuel Ferreira de Oliveira, e o CEO da Bial, António Portela.

Integram ainda a delegação empresarial o presidente da Vicaima – Indústria de Madeiras e Derivados, Arlindo da Costa Leite, o CEO da ECS Capital, o administrador da área internacional do Grupo Visabeira, João Castro, e o advogado Pedro Rebelo de Sousa, da SRS – Advogados.

Na comitiva presidencial estarão ainda o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, e os secretários de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Gonçalves, e da Alimentação e Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito.