763kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Não sabe a que concerto ir? Este guia ajuda-o

Este artigo tem mais de 5 anos

O Observador elaborou um guia interativo para que fique a conhecer os 55 artistas que se vão apresentar no Vodafone Mexefest, a partir de grupos que conhece ou já ouviu falar. É só clicar.

O Vodafone Mexefest acontece nos dias 28 e 29 de novembro em Lisboa.
i

O Vodafone Mexefest acontece nos dias 28 e 29 de novembro em Lisboa.

© Milton Cappelletti

O Vodafone Mexefest acontece nos dias 28 e 29 de novembro em Lisboa.

© Milton Cappelletti

Dois dias, 14 palcos, 55 artistas e cerca de setenta horas de música: assim arranca nesta sexta-feira o Vodafone Mexefest, com uma proposta diversificada e intensa. O festival aposta sobretudo no pop/rock alternativo, na música eletrónica e no hip hop com espetáculos a acontecer simultaneamente em vários espaços de Lisboa, como o Cinema São Jorge, o Coliseu dos Recreios, a Casa do Alentejo, a Igreja São Luís dos Franceses, o Palácio Foz, entre outros.

Apesar de possuir alguns cabeças de cartaz, como St. Vincent, Perfume Genius, Cloud Nothings, Tune-Yards e Wild Beasts, o cartaz do Vodafone Mexefest reúne algumas das principais bandas emergentes da atualidade, com o objetivo de dar a conhecer novos grupos, incluindo artistas portugueses. Mas com tantas propostas e novidades, como saber quais os concertos a que vale a pena ir?

O Observador elaborou um guia interativo para que fique a conhecer todos os artistas que se vão apresentar no festival. Fomos à página Last.fm  e, de acordo com a classificação por etiquetas feita pelos utilizadores, agrupámos as bandas por género. Cada grupo é representado por uma cor e no centro está ou o cabeça de cartaz ou o grupo mais popular. Desta maneira, a partir das bandas que já conhece, poderá descobrir outras com sonoridades similares. Ao passar o rato sobre o sinal (+), é possível ver um vídeo da banda e ler informações sobre o local e o horário do concerto.

Mas atenção: esta classificação não é definitiva e há grupos que podiam pertencer ou relacionar-se com diferentes categorias. A melhor solução? Ir ao concerto e verificar as semelhanças e diferenças em direto, enquanto descobre nova música.


Milton Cappelletti

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Vote no jornalismo independente.

Assine o Observador com 45% de desconto.

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver oferta

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.