435kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Polícia afegã abate "pombo-bomba"

Este artigo tem mais de 5 anos

Segundo avança a NBC, a polícia afegã está a investigar a origem de um pássaro que levava consigo uma antena e um explosivo numa missão de monitoramento.

Captura de ecrã do vídeo com a simulação do pássaro abatido pela polícia afegã
i

Captura de ecrã do vídeo com a simulação do pássaro abatido pela polícia afegã

Tombonews

Captura de ecrã do vídeo com a simulação do pássaro abatido pela polícia afegã

Tombonews

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

De acordo com a cadeia televisiva NBC, um pássaro foi abatido pela polícia afegã no norte da província de Faryab ao ser identificado como portador de uma antena, dispositivos eletrónicos e um explosivo. Segundo o chefe de polícia provincial Abdul Nabi Ilham em entrevista ao canal americano, a polícia avistou a ave em torno das oito horas deste sábado num posto de controlo e chamou-lhes a atenção pela sua cor branca e grande porte, algo incomum na região.

Quando a polícia disparou contra o pássaro, ele explodiu, espalhando o material pelo território. Ao recolherem os destroços, a polícia identificou “o que parece ser um GPS e uma câmara pequena”. De acordo com Ilham, esta é a primeira vez que foi identificado um animal numa missão de vigilância. Já foi iniciada uma operação para investigar a origem da ave.

O jornal britânico Daily Mail tem um registo do corpo do animal apreendido pela polícia afegã:

A página Tomonews, especializada em explicar notícias com animações, mostra como o pássaro terá sido abatido:

O incidente em Faryab acontece num momento onde cresce a violência no Afeganistão antes da retirada de todas as tropas estrangeiras do país, sobretudo na capital, Cabul. Diversas forças de segurança do Afeganistão estão a executar operações em algumas áreas para “limpá-las de terroristas e inimigos da paz e da estabilidade “, segundo nota oficial do Ministério do Interior do país.

Atualização às 16h15 do dia 03/12

De acordo com António Cunha Pereira do grupo de estudos “GVC – Anilhagem Científica de Aves”, é possível que o pássaro que aparece nos vídeo do jornal Daily Mail e da página Tomonews não se trata de uma ave bomba, pois o seu cadáver encontra-se inteiro. Além disso, a ave do vídeo apresenta uma anilha de cor numa pata que indica que faz parte da organização de conservação de aves Emirates Center for Conservation of Houbara (ECCH) no Uzbequistão, e a antena que se vê no seu corpo seria um recetor de satélite. Estas informações são corroboradas pelas páginas Motherboard e Inquisitr.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.