Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A época de balanços serve de pretexto à revista People para eleger os melhores de 2014 em várias categorias. Este ano, a publicação de entretenimento deu estatuetas às estrelas de Mad Men (Jon Hamm), ou à não estreada entre nós “The comeback”. Entre as superestrelas agraciadas encontram-se Jennifer Lopez (Tripla Ameaça é o título do prémio entregue à cantora), Gwen Stefani (Ícone do estilo do ano), a modelo Karlie Kloss e até Robin Williams, que este ano passou a estar entre as estrelas não vivas.

Um dos prémios mais falados, no entanto, foi para a Mulher Viva Mais Sexy do ano, honra atribuída a Kate Upton. A atriz, que foi catapultada para o estrelato quando pousou para a capa da Sports Illustrated há dois anos, lançou este ano The Other Woman com Cameron Diaz e apareceu em muitas passadeiras vermelhas por todo o mundo.

Na cerimónia, a jovem atriz tentou deixar a sua própria definição para a palavra Sexy: “Para mim significa alguém que está confiante e feliz – e essa é a pessoa que eu sempre lutei por ser”. Aparentemente, para já pelo menos, com sucesso.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR