O antigo controller (responsável pelo controlo financeiro) da área não financeira do Grupo Espírito Santo (GES) é ouvido esta quarta-feira na comissão parlamentar de inquérito aos atos de gestão do Banco Espírito Santo (BES) e GES.

José Castella pediu para ser ouvido à porta fechada, na primeira sessão da comissão sem a presença de jornalistas, invocando o segredo de justiça e a qualidade de arguido em investigações que decorrem em Portugal e no Luxemburgo. Castella desempenhou funções em empresas do GES com sede no Luxemburgo, designadamente na Espírito Santo International (ESI). Foi a revelação de um passivo ocultado nesta holding, cabeça do GES, que desencadeou a crise no grupo e no banco.

Declarações feitas por Francisco Machado da Cruz, o contabilista (comissaire aux contes), a um escritório de advogados do Luxemburgo, comprometem José Castella e Ricardo Salgado na ocultação de passivo da ESI, na medida em que os dois saberiam da situação desde 2008. A falsificação de contas da ESI está a ser investigada em Portugal e pelas autoridades do Luxemburgo.

Francisco Machado da Cruz, o contabilista que o ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, responsabiliza pela dívida oculta da ESI, é ouvido esta quinta-feira no Parlamento, também à porta fechada, com o argumento de que é arguido. As audições, sem cobertura noticiosa, foram aprovadas pelos deputados com declarações de voto que sublinharam o caráter excecional destas condições que apenas aceitaram porque a alternativa seria o silêncio. Até agora, a comissão de inquérito apenas ouviu o presidente da KPMG Portugal à porta fechada, mas apenas depois de Sikander Sattar ter respondido aos deputados na presença de jornalistas.

De acordo com declarações já produzidas na comissão de inquérito por membros do conselho superior do GES, José Castella era ainda o homem responsável pela gravação audio das reuniões deste órgão de cúpula da família Espírito Santo. Excertos destas gravações foram já publicados em alguns órgãos de comunicação, mas a comissão de inquérito ainda não conseguiu este material.