Os Estados Unidos felicitaram hoje o Sri Lanka pelo “sucesso” da conclusão do processo eleitoral presidencial que contou com elevada participação popular e no qual o atual chefe de Estado foi derrotado pelo seu antigo ministro da Saúde.

Maithripala Sirisena vai ser hoje empossado como novo Presidente do Sri Lanka, anunciou um porta-voz, depois de o chefe de Estado cessante, Mahinda Rajapakse, ter admitido derrota nas eleições. Num comunicado, o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, felicitou os responsáveis eleitorais, forças de segurança, sociedade civil e os candidatos por terem conseguido “uma diminuição significativa da violência relacionada com a campanha” e que o ato eleitoral “não foi arruinado por distúrbios”. “É importante que esse esforço continue nos próximos dias”, assinalou John Kerry ao acrescentar que a aceitação da derrota por parte do Presidente cessante “é importante”.

Segundo informações da Comissão Eleitoral, difundidas pelos meios de comunicação oficiais, já foram apurados os votos em 84 dos 205 círculos eleitorais, com Sirisena a conseguir 2.396.167 votos, o que representa 53,1%, enquanto Rajapaksa obteve 2.053.909, ou 45,5%. Sirisena, que até há menos de dois meses era ministro da Saúde de Rajapaksa e secretário-geral do seu partido, será o sexto Presidente do país desde a aprovação da Constituição em 1978.