Representantes do Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos reúnem no final do mês em Tóquio na procura de caminhos para retomar as conversações a seis para a desnuclearização norte-coreana, foi anunciado.

De acordo com a agência japonesa Kyodo, que cita fontes anónimas ligadas ao processo, a reunião terá lugar a 28 de janeiro. As conversações a seis, que sempre decorreram em Pequim, estão paradas desde 2008 e integram a Coreia do Norte, Coreia do Sul, China, Japão, Estados Unidos e Rússia.

Na reunião o Japão estará representado por Junichi Ihara, diretor da Ásia Pacífico no Ministério dos negócios Estrangeiros, a Coreia do Sul por Hwang Joon Kook, representante especial de temas de segurança e pacificação na península coreana e Washington vai enviar Sung Kim, um dos representantes nas negociações a seis e antigo embaixador na Coreia do Sul.

Pyongyang insistiu várias vezes no retomar do diálogo mas sem qualquer condição prévia de todas as partes, mas Tóquio, Seul e Washington insistem em “passos concretos” rumo à desnuclearização.

A reunião de Tóquio surge numa altura em que a tensão entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos subiu de tom devido às novas sanções impostas por Washington a Pyongyang pelo ataque à Sony Pictures, que o regime de Kim Jong-un nega, mas que o ocidente lhe atribui.