O juiz e várias vezes ministro italiano Sergio Mattarella, 73 anos, foi eleito este sábado Presidente de Itália com 665 votos a favor, na quarta votação no Parlamento em que apenas necessitava de uma maioria absoluta de 505 votos.

Mattarella, siciliano, foi escolhido como candidato pelo primeiro-ministro socialista, Matteo Renzi, do Partido Democrata (PD), para suceder ao popular presidente Giorgio Napolitano, 89 anos, que anunciou a sua resignação.

Após a eleição, os 1.009 eleitores, entre deputados, senadores, representantes das regiões e senadores vitalícios, saudaram o novo chefe de Estado com uma longa ovação.

Nas três votações anteriores, que começaram na quinta-feira, os grandes partidos optaram pela estratégia de votar em branco dada a impossibilidade de eleger alguém com dois terços dos votos, como exigem as três primeiras voltas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

De manhã, depois de algumas reticências, o Novo Centro Direita (NCD), parceiro de coligação do PD, aceitou apoiar a candidatura.

O grupo do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, Forza Italia (FI), votou em branco como sinal de rejeição da proposta de Renzi por não ter sido consultado para a escolha do nome.