Estado Islâmico

PGR confirma investigações por terrorismo

PGR confirma existência de investigações em curso sobre o Estado Islâmico. Inquéritos estão a correr nos termos do DCIAP e estão em segredo de justiça.

Inquéritos do DCIAP estão em segredo de justiça

AFP/Getty Images

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal está a investigar casos de terrorismo relacionados com o Estado Islâmico do Iraque e da Síria, confirmou a Procuradoria-Geral da República ao Observador. Não precisou quantos nem quantos já foram arquivados, garantindo apenas a existência de “inquéritos” abertos. Todos em segredo de justiça.

“Confirma-se a existência de inquéritos, a correr termos no DCIAP, que têm por objeto a investigação de factos relacionados com o denominado Estado Islâmico”, confirmou ao Observador fonte da PGR. Um deles, acrescentou, diz respeito à investigação de “atividades desenvolvidas nos Açores”.

Na quinta-feira, o Expresso noticiou a história de um açoriano de 48 anos que se preparava para ir para a Síria para integrar as fileiras da jihad, mas acabaria por ser travado pela Polícia Judiciária na Praia da Vitória. O homem, que assumia o nome de ‘Abdul’, estava em contacto permanente com os jihadistas ocidentais através das redes sociais a quem terá passado informações, fotografias e mapas sobre a base das Lajes, na Terceira.

Na sequência do ataque terrorista à sede do jornal francês Charlie Hebdo, o Observador questionou a Procuradoria-Geral da República sobre a existência de processos relacionados com terrorismo em Portugal. A resposta chegou mais de dez dias depois, confirmando a existência de inquéritos abertos.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rdinis@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)