A 40 minutos de vaporetto, embarcação típica de Veneza usada como transporte marítimo, está Burano. Apesar da serenidade da lagoa veneziana, as cores berrantes que pintam a cidade chamam a atenção de qualquer visita. Diz a lenda que as casas começaram a ser pintadas para que os pescadores pudessem ver as casas na neblina.

As casas em Burano seguem um padrão específico, baseado num sistema específico criado desde a fundação da vila. Quem comprar uma casa em Burano, e desejar pintá-la, deve pedir ao governo, que responde com uma declaração anunciando as cores permitidas para o lote específico.

Burano é uma cidade de pescadores e de bordadoras. A economia da ilha rebentou no século XVI, quando as mulheres da ilha começaram a bordar com alfinetes. Outra lenda explica o primeiro bordado feito em Burano. Um jovem cruzado deixa a sua amada e entrega-lhe uma alga. Dia após dia, a jovem sente o perigo de perder o seu amado e, quando a alga começa a degradar-se, ela preserva a agulha do pai, que é pescador, e borda sobre a alga para mantê-la preservada.

Venha conhecer o projeto da italiana Lumi Toma através de uma fotogaleria da Life-Nature-Adventure. Veja as fotografias coloridas de Burano, uma cidade colorida de pescadores e bordadoras.

Texto editado por Helena Pereira.