A empresa norte-americana Amazon Inc. vai começar a vender produtos alimentares como leite, cereais, comida para bebé, e também produtos para limpar a casa, escreve o Wall Street Journal. O lançamento destes novos itens faz parte da mais recente estratégia da empresa que tem como objetivo expandir a gama de produtos de marca própria.

A estratégia visa aproximar a empresa de um modelo de comércio de retalho mais “tradicional” onde os produtos de marca própria são vendidos lado a lado com produtos fornecidos por empresas privadas.

O gráfico elaborado pelo Wall Street Journal, e divulgado na rede social Twitter, permite acompanhar o crescimento entre 2005 a 2014 do aumento da penetração no mercado de produtos de marca própria.

As receitas provenientes dos produtos de marca própria têm-se tornado vitais para as empresas do grande retalho, à medida que deixam de ser percecionados como de pior qualidade. Por um lado, geram margens mais elevadas e por outro lado, criam uma maior lealdade para com o consumidor do que as marcas privadas.

A Amazon já iniciou negociações para fazer parcerias com algumas empresas que produzem bens alimentares como a TreeHouse Foods Inc., uma das maiores produtoras norte-americanas. A TreeHouse faturou cerca de 3 mil milhões de dólares no ano passado.