Os conselhos nacionais do PSD e do CDS-PP vão realizar esta sexta-feira à noite reuniões simultâneas, em Lisboa, para aprovar as linhas gerais do programa eleitoral da coligação “Portugal à Frente”. Em debate estarão os princípios contidos nas “linhas de orientação para a elaboração do programa eleitoral” da coligação PSD/CDS-PP e a “carta de garantias”, possivelmente mais desenvolvidos.

Na agenda da reunião do Conselho Nacional do CDS-PP estarão também o “processo de construção da coligação” e um pedido de mandato para “a conclusão das negociações” com o PSD, bem como a “aprovação da denominação, siglas e símbolos” da coligação para as legislativas.

No dia 25 de Abril, o primeiro-ministro e presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, e o vice-primeiro-ministro e presidente do CDS-PP, Paulo Portas, assinaram um compromisso para uma coligação entre os respetivos partidos nas legislativas.Quatro dias depois, os conselhos nacionais dos dois partidos – órgãos máximos entre congressos – aprovaram esse compromisso.

No dia 3 de junho, PSD e CDS-PP apresentaram um documento intitulado “Portugal no caminho certo”, com as “linhas de orientação geral para a elaboração do programa eleitoral” da coligação, associado a uma “carta de garantias”.

Continua por divulgar a data de apresentação pública da versão final do programa eleitoral da coligação PSD/CDS-PP – que, há cerca de um mês, tinha sido remetida por Pedro Passos Coelho para “o final de junho”.

Os conselhos nacionais do PSD e do CDS-PP terão de voltar a reunir-se para aprovar as listas de deputados da coligação “Portugal à Frente”, o que provavelmente acontecerá só em agosto.