Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os condutores de veículos motorizados que percam pontos no novo sistema que entrará em vigor em junho de 2016 poderão frequentar “aulas de atualização” que vão permitir recuperar pontos e evitar a perda da carta. Segundo o Jornal de Notícias, os cursos terão uma duração de sete horas e um custo de 35 euros, permitindo ganhar até 16 pontos.

O manual a adotar nestes cursos de atualização de condutores é apresentado esta quinta-feira, em Moimenta da Beira, pela Associação Nacional dos Industriais do Ensino da Condução Automóvel (ANIECA). A associação prevê um curso que “pode ser administrado num só dia, ao sábado, por exemplo”, explicou ao jornal António Reis, vice-presidente da associação. O custo será um “valor simbólico” de 35 euros mas está a tentar-se que seja a custo zero se houver o patrocínio de uma seguradora, adianta o responsável.

Ainda não foi tornada pública a regulamentação do novo sistema de carta por pontos, mas já se sabe que cada condutor começará com 12 pontos e que verá esses pontos caírem a cada (e conforme a) infração. Uma contraordenação grave tira dois pontos e uma muito grave leva à perda de quatro pontos. Se o condutor vir os pontos caírem para quatro pontos ou menos tem, obrigatoriamente, de frequentar uma ação de formação. Ao cair para dois, é necessário novo exame teórico e aos zero o título é cassado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR